Ter uma pele mais firme, com textura, brilho na medida certa e sem marcas de expressão. Esses são os maiores desejos de quem se preocupa em estar bem e com autoestima. E, para responder a esses anseios, há um novo método que vem ganhando cada vez mais espaço nos consultórios médicos: o uso de bioestimuladores de colágeno.

O que são bioestimuladores de colágeno?

Os bioestimuladores são substâncias que estimulam a produção natural e biológica de colágeno quando injetadas em determinadas camadas da pele. O colágeno é uma das proteínas mais presentes no organismo humano, cuja função é manter as células unidas, firmes e elásticas.

A partir dos 30 anos, a produção dessa proteína entra em declínio, o que faz parte dos processos naturais do corpo. Porém, a exposição solar excessiva, exercícios físicos intensos, poluição e tabagismo podem acelerar este processo.

Ao perder o colágeno, naturalmente, o rosto fica com um aspecto mais cansado, flácido e com linhas de expressão.

Por isso, a aplicação de bioestimuladores vem para promover a formação de novas proteínas. Isso proporcionará uma recuperação da firmeza perdida ao longo dos anos e uma melhora na qualidade da pele.

Quais substâncias são usadas neste procedimento?

As substâncias usadas nesse procedimento estético não têm como objetivo fazer o preenchimento, mas sim a bioestimulação. Após a aplicação, a pele fica com um aspecto mais natural de rejuvenescimento. Essa ação acontecerá após a estimulação nos fibroblastos, células que produzem as fibras colágenas.

Conheça os produtos mais usados como bioestimuladores de colágeno:

  • Hidroxiapatita de Cálcio – Radiesse
  • Ácido Poli-l-lático – Sculptra
  • Policaprolactona – Elansé
  • Harmonyca

Como será o resultado?

Os bioestimuladores estão agradando muito os pacientes, pois promovem o efeito rejuvenescedor, de maneira natural e progressiva.

Eles estão sendo muito utilizados em processos de harmonização facial e auxiliam na recuperação sutil do volume facial, melhoram a flacidez e reduzem as rugas e marcas de expressão.

Os efeitos dos bioestimuladores são graduais e duradouros, pois o organismo continua a produzir o colágeno até 6 meses após o tratamento, e podem ser percebidos em 4/6 semanas após a primeira sessão. Além disso, recomenda-se que as sessões sejam repetidas a cada 30/60 dias.

Porém, para conseguir alcançar o resultado esperado, é importante lembrar que se deve procurar um bom profissional. Apenas um médico experiente saberá qual a melhor substância a ser aplicada, o número de sessões e a frequência que deve-se repetir o procedimento.

Quais os riscos dos bioestimuladores de colageno?

A aplicação dos bioestimuladores é bem simples e pode ser feita em consultório. Utiliza-se uma micro-cânula para inserir a substância em pontos específicos do rosto.

Entretanto, como qualquer procedimento estético, o cuidado do profissional é fundamental para evitar equimoses e inchaços na pele.

Para a maioria dos casos, não é necessário repouso após a aplicação. Basta evitar esforço físico por 1 ou 2 dias e se manter longe de piscinas e saunas para diminuir os riscos de contaminação.

Apesar de ser um procedimento bastante simples, deve-se procurar um médico experiente e com ótimas recomendações.

Por mais que os bioestimuladores representem uma solução segura e com resultados duradouros, essas substâncias devem sempre ser utilizadas de maneira segura e seguindo os conselhos médicos.

Fique por dentro de outros materiais disponíveis.

Saiba mais sobre:

Rejuvenescimento Facial Completo

Fique por dentro de outros materiais disponíveis.

Saiba mais sobre:

Rejuvenescimento Facial Completo
Realize seu Sonho
Realize seu Sonho